Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





MOM ♥

por reginamaya, em 04.08.14

Sinto-me uma pessoa diferente. Mas tenho a certeza que perdi os meus medos. Perdi o medo de dizer às pessoas o quanto são importantes para mim, na verdade nunca saberei em que dia o coração delas (ou até mesmo o meu) poderá deixar de bater.

Perdi o medo e ganhei competências. Graças a ela, aprendi a amar, a amar alguém mesmo de verdade. São algumas as pessoas que amo e que não são do meu sangue. Mas a essas pessoas considero-as família porque aprendi também que o que nos faz viver é o coração e não o sangue. 
Há (quase) seis anos uma coisa mudou a minha vida. Obrigou-me a parar e a relembrar os momentos mais marcantes. Deus levou-me uma pessoa que me ensinou a viver e que com a sua sabedoria deixou marcas para toda a minha vida. Ela está longe mas sinto-a perto. Agora sei que ela está bem. Sei que foi o fim e mentalizei-me disso quando percebi que o menos doloroso e mais justo para ela acabou por acontecer e o sofrimento dela acabou.
Restam as histórias, as fotografias, os momentos, os exemplos de vida, as lembranças, a memória, o amor. Resta o amor porque é aquilo que nos une depois da morte.
Mesmo depois do fim, há sentimentos que não acabam.
Descansa em paz mãe

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.